Jun
27

Busca por crédito segue em marcha lenta

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Brasil Econômico

Queda no volume de concessões cai na medida em que os consumidores compram menos e quem precisa de empréstimo está cada vez mais enforcado, dizem especialistas Por: Léa de Luca A redução do volume de concessão de crédito — que subiu ligeiramente em abril, mas vem patinando desde novembro do ano passado — é resultado …

Busca-por-credito-segue-em-marcha-lenta-televendas-cobranca
Jun
26

O estouro da bolha de crédito popular

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Administradores.com

Os riscos do crédito popular tendem a ser mais graves pelo lado que oferece crédito abundante sem entender o que motiva e mobiliza a unidade familiar a honrar seus compromissos Por: Celso Amâncio Os consumidores populares brasileiros foram mantidos à margem do mercado por tanto tempo, que para sobreviver e garantir um acesso mínimo às …

O-estouro-da-bolha-de-credito-popular-televendas-cobranca
Jun
25

Por: Lou Carlozo É impossível colocar um preço no amor, mas é possível atrelar um número financeiro a um pretendente. Jennifer Murtoff, 39, quer fazer exatamente isto antes de aceitar seu próximo encontro. A editora freelance de Chicago, que ajuda pessoas da cidade a criar galinhas no quintal de casa, está fazendo uma pergunta que, …

Uma-boa-avaliacao-de-credito-pode-ser-sexy-nos-eua-muitos-acham-que-sim-televendas-cobranca
Jun
25

Crédito mais caro e preços em alta elevam inadimplência no Varejo

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Valor Econômico

Por: Raphael Sparvoli Pagar dívidas voltou a ser uma dificuldade para grande parte dos brasileiros, que sentem o orçamento mais apertado diante da alta recente dos juros, do avanço da inflação e de condições menos favoráveis no mercado de trabalho. Os indicadores de inadimplência no varejo, que haviam recuado em 2013, retomaram trajetória de alta …

Credito-mais-caro-e-precos-em-alta-elevam-inadimplencia-no-varejo-televendas-cobranca
Jun
24

Alienação fiduciária de imóvel

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Valor Econômico

Por: Rosemeire Meris Baird Ferraz Introduzida no ordenamento jurídico com a finalidade de proteger o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) como um todo e inserir o instituto da alienação fiduciária de bem imóvel como nova modalidade de garantia a empréstimos e financiamentos, a Lei nº 9.514, de 20 de novembro de 1997, suscita debates interessantes, principalmente …

Alienacao-fiduciaria-de-imovel-televendas-cobranca
Jun
24

Por: Marília Almeida Pagamento de contas utilizando o cartão de crédito custa R$ 1,99 no Citi e R$ 19,90 no Santander. Compare os valores cobrados por oito bancos pelas cinco tarifas relacionadas ao meio de pagamento Não é apenas a taxa de juros cobrada no parcelamento da fatura que pode assustar quem usa o cartão …

Taxas-para-pagamento-de-contas-com-o-cartao-de-credito-variam-ate-90-televendas-cobranca-oficial
Jun
23

Poucos empresários conseguem empréstimo com taxas especiais

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Folha de S.Paulo

Apesar de existirem linhas de créditos para pequenos negócios, requisitos restringem acesso Além das dificuldades para conseguirem o dinheiro, empresários também penam com a demora dos bancos Por: Ana Magalhães Taxas de juros, prazos e carências variam de acordo com as diferentes linhas de crédito oferecidas para micro, pequenos e médios empresários. Já os requisitos …

Poucos-empresarios-conseguem-emprestimo-com-taxas-especiais-televendas-cobranca
Jun
18

Cartão de crédito deixou de ter ‘desvantagem’, diz setor

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: O Estado de S.Paulo

O setor de cartões defende que o cartão de crédito deixou de ter uma “desvantagem competitiva” depois de o governo federal aumentar o imposto nas compras no exterior de outras modalidades de gasto. Para o diretor executivo da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), Ricardo Vieira, haverá crescimento nas compras …

Cartao-de-credito-deixou-de-ter-desvantagem-diz-setor-televendas-cobranca
Jun
17

Pesquisa do SPC Brasil mostra que segurança é avaliada como a maior vantagem dos cartões e, perda de controle dos gastos, como o principal risco. Seis em cada dez consumidores priorizam o valor da prestação e não os juros embutidos Um estudo feito pelo portal ‘Meu Bolso Feliz’ (http://meubolsofeliz.com.br), uma iniciativa de Educação Financeira do …

80-dos-brasileiros-preferem-o-cartao-na-hora-de-parcelar-mas-so-um-terco-conhece-os-juros-cobrados-televendas-cobranca
Jun
11

Cartões de lojas poderão movimentar R$ 293 bi até 2022

por: Afonso Bazolli
em: Crédito
fonte: Executivos Financeiros

Os private labels, cartões de estabelecimentos comerciais, é um dos principais meios de oferta de crédito para o consumidor de baixa renda e deverão movimentar R$ 293 bilhões até 2022. Os dados são da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços). Entre os novos produtos focados nesse público-alvo, está o aplicativo …

Cartoes-de-lojas-poderao-movimentar-rs-293-bi-ate-2022-televendas-cobranca
[fechar]
Receba as nossas novidades por e-mail:
Cadastre-se agora e receba em seu e-mail:
  • Notícias e novidades do segmento de contact center;
  • Vagas em aberto das principais empresas de Atendimento ao Cliente;
  • Artigos exclusivos sobre Televendas & Cobrança assinados pelos principais executivos do mercado;
  • Promoções, Sorteios e muito mais.
Preencha o campo abaixo e fique por dentro das novidades: